Desenvolvimento do sistema de produção

Suínos

 Desenvolvimento do sistema de produção

Granjas núcleos:
Desenvolvem o melhoramento genético das fêmeas bisavós.

Granjas Multiplicadoras:
responsáveis pela produção das matrizes comerciais para reposição das UPLs.

Produção:
É nas unidades produtoras de leitões que as fêmeas das granjas multiplicadoras são recebidas e inseminadas com sêmen de machos provenientes da UDG. Nesta fase, os leitões ficam até o desmame, que é em torno de 24 dias. Logo após, são enviados para a creche.

Creche:
Os animais permanecem em torno de 40 dias. Após este período, são enviados para a terminação.

Terminação:
Os animais permanecem até atingirem em torno de 120 kg. Depois de atingirem o peso, são enviados para as Unidades Frigoríficas.

É utilizado caminhão padrão para o transporte dos animais, vistoriado e com estrutura aprovada pelo sistema de logística e bem-estar animal. Além disso, os animais devem estar sempre acompanhados da Guia de Trânsito Animal e do Boletim Sanitário.

Desenvolvimento do sistema de produção

Aves

Desenvolvimento do sistema de produção

Recria:
É o início do sistema de produção de aves, onde os pintinhos são alojados com um dia de vida provenientes dos incubatórios de avós das genéticas Cobb, Ross e Hubbard, e permanecem na granja até 22 semanas. Nessa fase, a qualidade do ambiente é controlada para o melhor bem-estar das aves.

Produção:
Compreende o momento da transferência das aves, com 22 semanas, até o abate, o qual normalmente ocorre nas 70 semanas de vida. Nesta etapa é que se inicia a produção de ovos férteis, que são destinados para o incubatório diariamente.

Incubatório:
Na chegada dos ovos ao incubatório há um rigoroso controle de temperatura para entrar na sala de ovos. Após classificação e permanência no estoque, os ovos são transferidos para as incubadoras, permanecendo até o 19º dia, onde recebem a vacina in ovo. Logo após, são transferidos para os nascedouros, permanecendo por mais 2 dias até eclosão, onde serão sexados e vacinados para serem encaminhados para as granjas de Frango de corte.

Granjas de Frangos de corte:
Fase final, onde chegam os pintainhos com 1 dia e ficam até o abate, recebendo ração e água, com aquecimento e resfriamento para manter o conforto térmico até serem encaminhados para as Unidades Frigoríficas.

A apanha e o carregamento das aves seguem todos os preceitos de bem-estar animal recomendados pela equipe técnica e descrito nos Manuais de Produção da Aurora.

Todos os caminhões, ao serem carregados, devem estar acompanhados de Guia de Trânsito Animal e de nota do bloco de produtor, comprovando, assim, a origem e destino dos animais transportados.

Aves Bem Estar Animal
Nossas práticas

Nossas práticas

Acreditamos na transformação do mundo em um lugar mais justo, feliz, equilibrado e com melhores oportunidades para todos.

Com a missão de "Valorizar a qualidade de vida no campo e na cidade, produzindo alimentos de excelência" e a visão de "Ser referência como Cooperativa fornecedora de alimentos", a Cooperativa adota como prática quatro pilares: a excelência de uma boa alimentação, a construção de alojamentos adequados, um transporte eficiente e profissionais especializados. Tudo muito bem estruturado para garantir a qualidade em todas as etapas – da criação até a sua casa.

Se você ficou com alguma dúvida sobre os nossos processos, a nossa equipe de especialistas pode te ajudar.
SAC AURORA - 0800 011 3500
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta das 08h00 às 18h00.
Sábado das 08h00 às 15h00.
Aurora

Copyright® Aurora - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por BRSIS